Quanto vale a sua autoestima?

7:48:00 PM

Autoestima é foco atual da vida de todos. É papo que martela a cabeça de todo mundo  por que é essencial na vida de todo mundo.
Todos falam sobre como elevar a autoestima e quais os caminhos para descobrir o seu valor, para ser empoderada.



Tem quem nem aguente mais ouvir falar nisso, mas sabemos que autoestima é uma tecla que precisa viver sendo pressionada.
E pela necessidade (autoestima é saúde mental) das pessoas, surgiu uma categoria de coaches, guias e empreendedoras que vendem autoestima por meio de fotos, roupas, apostilas e faixas.
Sim, vendem por módicos reais que de módicos não tem nada.

Autoestima virou um grande negócio onde o público alvo é quem menos se beneficia.

Felicidade se compra? Não.
Podemos comprar itens, experiências, oportunidades que nos trazem momentos felizes.
Mas a felicidade é um sentimento até bem difícil de explicar, pois ela significa uma plenitude onde mesmo as coisas não indo tão bem, você não se deixa abater por total.
Felicidade é um conjunto de momentos felizes plenamente vividos e sentidos quando se está em paz consigo. Felicidade é um estado de espirito!

Com a autoestima funciona da mesma forma, e ela não está a venda.
Maquiagem, roupas, estar em fotos bonitas, ter alguém que dite como você deve aumentar a sua autoestima e se amar, faixas de concurso são meios de trazer momentos que podem dar a impressão de que o caminho é esse. E esses caminhos de fato oferecem uma massagem no ego mas não são suficiente.

Especialmente os concursos de beleza, onde a mulher é reduzida a sua beleza e sempre vai haver competição. Vencendo ou não!
Afinal de contas até quem vence terá a sua beleza superada e substituída brevemente.

Basear a autoestima na beleza é uma furada. Pois vai acabar em competição (nem que seja você mesma comparando-se com outras). Se sentir bonita faz muito bem, mas não se permita ser resumida a isso.



Ter a autoestima elevada exige de você as seguintes reflexões:

  • A minha beleza me satisfaz? Me satisfaz e mesmo assim tento mudar para agradar outras pessoas? Reflita e lembre: a única pessoa que precisa estar 100% satisfeita com a sua imagem é você mesma.
  • Eu reconheço as minhas capacidades? Qualquer que seja a sua habilidade merece reconhecimento. 
  • As minhas relações são saudáveis? Quando a nossa auto estima está baixa permitimos que pessoas abusivas nos tratem de forma errada. Se alguém te desrespeita, te diminui, não permite que você seja quem você é e tenha voz, esse alguém não merece estar na sua vida.



Cada passo na construção de uma autoestima elevada, toma o tempo que precisa tomar.
Não é fácil como escrever um texto te contando tudo isso mas é simples, e quando você se der conta da simplicidade que é se amar e se valorizar, literalmente, você vai ver que queria estar assim desde sempre.

Falando por mim, que aos 29 anos já vivi relacionamentos abusivos, já me podei de muitas coisas, já odiei meu corpo.  E te digo que é possível se reconhecer como alguém que merece o melhor.
A minha experiência pessoal, serve pra te fazer sentir que em meio a esses clichês todos, na prática é tudo possível.

Eu posso te ajudar nesse processo, pois eu mesma não consigo sozinha, não sigo sozinha mas é preciso ter em mente que NINGUÉM VAI TE DAR OU VENDER AUTOESTIMA.
As decisões e atitudes dependem de você.

A transformação e fortalecimento é trabalho individual!
Tenho pessoas que me ajudam a mudar a visão que tenho de mim, mas se eu não aprendo a reconhecer essa nova visão de nada adianta.



Vamos juntas, lado a lado. Vamos?

Beijos

Pati Quental


You Might Also Like

0 comentários

Obrigada por estar aqui!
Me conta o que achou do post!
Faltou alguma informação? Ficou dúvidas?
Deixa seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Instagram